UMA LHAMA POR DIA

Quando fui passear na Bolívia, no Natal de 2014, esperava encontrar souvenires divertidos e estilosos com motivos de lhamas para presentear os amigos. Amante das lhamas desde sempre e sem maiores motivos (além de que são lindinhas!), só encontrei as mesmas lembrancinhas clássicas de gorros, luvas e bolsinhas coloridas dos Andes, que já não surpreendem muito.

A falta de presentes originais na volta da viagem me instigou a desenhar lhamas engraçadas para imprimir em camisetas e dar de presente aos parentes e amigos. Assim nasceram as primeiras lhamas: uma rabina para o irmão que crê e uma flamenguista para o irmão que sofre.

Comecei a postar as lhamas dedicadas à família em minha página no Facebook e logo amigos e seguidores passaram a fazer sugestões. Todo mundo queria uma lhama para chamar de sua! Para dar conta dos pedidos, decidi criar uma página com o título “Uma lhama por dia“. Curte lá!

Com o tempo, a página alcançou mais de 26 mil seguidores e já conta com mais de 365 lhamas originais como as abaixo. Este sucesso todo gerou meu primeiro livro ilustrado, autoral, chamado “Uma Lhama no Cinema“.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Anúncios